Piscinas naturais do Patacho, em Alagoas: como conhecer?

Patacho
Piscinas naturais do Patacho

Uma das belezas de Alagoas, a Praia do Patacho está localizada a cerca de 11,5km de São Miguel dos Milagres e conta com piscinas naturais incríveis.

Para chegar a esse paraíso, fiz um passeio com a Patacho Receptivo, famosa agência de turismo da região. O transporte em jangada até as piscinas sai a R$ 50 por pessoa. Como eu estava de carro, marquei com um guia na Associação Peixe-Boi (fácil achar a localização pelo Google Maps) e de lá seguimos para a Praia de Tatuamunha, onde encontramos o responsável pela embarcação. Se você estiver sem veículo, pode escolher a opção com transfer a partir da pousada ou do hotel. Um veículo para até quatro pessoas custa R$ 70 (ida e volta).

Veja mais fotos em instagram.com/deboa.natrip

Após cerca de cinco minutos navegando, chegamos a um banco de areia no meio do mar. Não há qualquer onda e a água é quentinha, uma delícia. Em seguida, o jangadeiro nos levou a um recife de corais incrível e até nos emprestou equipamento de snorkel. Depois do passeio, que dura em torno de uma hora, vale a pena ficar relaxando na Praia do Patacho, debaixo de algum coqueiro.

Patacho
Piscinas naturais do Patacho
Patacho
Piscinas naturais do Patacho
patacho
Piscinas naturais do Patacho

Vale lembrar que isso só foi possível por conta das condições da maré. Consulte a tábua de marés no site de Marinha do Brasil antes de bater o martelo sobre a data da viagem, pois isso influenciará toda a sua diversão. Se a maré mais baixa acontecer à tarde, não é nada interessante. Os passeios costumam rolar até 13h, aproximadamente. No meu caso, foi por volta das 11h.

A Patacho também oferece tour de buggy (até quatro pessoas) passando pelas praias de Lages, Patacho, Porto da Rua e São Miguel dos Milagres, e pelos mirantes de Tatuamunha e São Miguel. Sai a R$ 200 por veículo. Outra opção é o passeio para Maragogi. O carro para até quatro pessoas custa R$ 250 e, para seis, R$ 300.

As reservas podem ser feitas por email (contato@patachoreceptivo.com.br) ou por telefone (Flávia – 82 9690-0280).

*Passeio em parceria com a Patacho Receptivo feito em novembro de 2017. Opinião isenta.

LEIA MAIS:

Arraial do Cabo tem praias lindas que você precisa conhecer

O que conhecer na Paraíba

Dicas para visitar a Chapada dos Veadeiros, em Goiás

Saco do Mamanguá, o paraíso de Paraty

10 Responses

  1. Gaia Vani

    Quando fui a Natal em 2014 também fiquei impressionada com a questão das marés e como elas mudam radicalmente a paisagem e os passeios da região. Como sou do Rio, não tinha muito essa noção da variação das marés. Boa dica essa de consultar o site da Marinha.

  2. Keul Fortes

    Mais um lugar para conhecer e que lugar lindo hein! Fascinante como esse lugar surpreende. Adorei as dicas e fiquei com vontade de conhecer! Parabéns pelas dicas.

  3. Victoria Farina

    Amei o post rápido e direto mas cheio de informações úteis e valor do passeio. Fiquei com mais vontade ainda denão visitar o Alagoas ❤

  4. Carol Duque

    Tô programando ir agora em Janeiro e essa é uma das praias que quero visitar. Lindas essas piscinas naturais. Adorei as dicas!

Deixe uma resposta