Conheça a Ópera de Arame, no Parque das Pedreiras, em Curitiba

postado em: Paraná | 0
Ópera de Arame
Teatro da Ópera de Arame

A Ópera de Arame é um dos principais pontos turísticos de Curitiba.
Inaugurada em 1992, tem capacidade para 1.572 espectadores e está localizada no Parque das Pedreiras. Já recebeu shows de grandes nomes da música, como Roberto Carlos e Caetano Veloso. Veja todas as dicas para aproveitar bem seu passeio.

COMO CHEGAR:

De carro, basta seguir o GPS, não tem erro. De ônibus, saindo do Centro, pegue o 180 na Praça Rui Barbosa até a Rua Mateus Leme, na altura da Avenida Professor Nilo Brandão. Então, recorra ao 021 e salte no ponto Parque das Pedreiras. Outra opção é pegar o mesmo 180 e seguir até a Mateus Leme, na altura da Rua Vitório João Brunor. A partir daí, caminhe por cerca de dez minutos até o destino. O 180 passa também na Praça Tiradentes.

PREÇOS e HORÁRIOS:

Ópera de Arame
Entrada da Ópera de Arame

O ingresso para a Ópera de Arame é gratuito. Contudo, tive que pagar R$ 10 porque está rolando o Vale da Música (explico melhor abaixo, mas o projeto vai durar até pelo menos setembro de 2019). Tem meia-entrada. O local funciona de segunda a domingo, das 10h às 19h.

Se você der sorte e encontrar vaga no estacionamento da Ópera de Arame, não terá qualquer custo. Caso contrário, basta recorrer ao estacionamento ao lado, por R$ 5 (valor em dez/2018).

PRECISA DE CARRO PARA SUA VIAGEM? COMPARE PREÇOS E ALUGUE

Dentro do local, há um restaurante descolado com pratos interessantes no cardápio, o Ópera Arte. Vi alguns preços: risoto de quinoa com legumes a R$ 38; risoto de aspargos com filé mignon, a R$ 55; salmão, a R$ 55 e massa, a R$ 38 (em dez/2018). Mas ele só abre a partir de terça.

A ÓPERA DE ARAME:

Vale da Música
Vale da Música na Ópera de Arame

Logo na chegada, me deparei com um grupo tocando jazz num palco flutuante, no lago (foto acima). É o tal projeto Vale da Música (sempre de terça a domingo, das 10h às 18h). O show estava ótimo. Rolam vários outras apresentações de diferentes ritmos, como MPB e choro.

É possível sentar nas mesas do restaurante que citei, bem em frente ao palco. Bastante agradável. Chegue cedo para garantir seu lugar, já que, no horário do almoço, por exemplo, fica muito concorrido.

Ópera de Arame

Rola visitar ainda o teatro onde acontecem diversas apresentações. Todo o espaço é muito bonito e bem conservado. Vale ficar atento à programação no site oficial. E, por fim, percorra a área externa de jardins.

Ah, acho válido incluir no roteiro de Curitiba uma visita ao Jardim Botânico. E tenho também uma sugestão de hospedagem. Fiquei no Ibis Curitiba Shopping e achei o custo-benefício ótimo, já que o hotel tem uma localização ótima, quarto espaçoso e preço em conta. Se preferir, confira a lista de hotéis em Curitiba e escolha o seu.

Jardim da Ópera
Jardim da Ópera de Arame

LEIA MAIS:

Como chegar ao Morro dos Perdidos a partir de Curitiba

A incrível cachoeira Buraco do Padre, em Ponta Grossa

Roteiro completo da Ilha do Mel, no Paraná

Deixe uma resposta