Serrinha do Alambari, RJ: onde fica e como ir

Muita gente já deve ter ouvido falar das lindas cachoeiras da Serrinha do Alambari, mas não sabe onde se localiza esse paraíso. Se é o seu caso, estou aqui para ajudar! Abaixo, você vai encontrar o roteiro completo da região.

Onde fica:

A Área de Proteção Ambiental da Serrinha do Alambari se localiza no município de Resende, no sul do estado do Rio de Janeiro. Fica entre Penedo e Visconde de Mauá, duas cidades deliciosas.

Como ir:

De carro, a partir do Centro do Rio, você levará cerca de três horas para chegar. É preciso seguir pela BR-116 (Via Dutra) em direção a Visconde de Mauá. E atenção ao pedágio logo depois de Japeri. Custa R$ 15,20 (preço em 2018).

A partir do pórtico de Penedo, siga por aproximadamente 5km pela estrada que leva a Mauá até encontrar uma placa indicando a Serrinha. A partir dela, percorra mais 5km e chegará à Praça da Serrinha. Vire à direita, contornando a praça. Nesse trajeto, passará por um colégio público, não tem erro. E o Google Maps está sempre aí para salvar, né? Então, vêm outros 2km até o Camping Club do Brasil (falarei dele mais adiante). Vale ressaltar que o caminho até a praça e daí ao camping não é dos melhores: há muitos buracos.

Também é possível chegar de ônibus. Basta seguir até a rodoviária de Resende e, de lá, pegar o veículo da linha 310 (Rodoviária X Capelinha / Serrinha). No site da prefeitura de Resende, é possível encontrar os horários (confira). Estive lá num sábado e vi esse ônibus circulando.

Onde se hospedar:

De Penedo até a Serrinha do Alambari, são cerca de 40 minutos de carro. A partir de Mauá, você vai gastar aproximadamente uma hora. Ambos os lugares têm uma ótima estrutura de hotéis, pousadas e restaurantes. Outra opção é ficar no camping. Rola estacionar carro e motorhome lá dentro (veja os preços). A entrada custa R$ 22 na baixa temporada e R$ 33,60 na alta (valores em 2018 para não associados e com pagamento em dinheiro apenas).

É possível ainda fazer um passeio bate e volta saindo do Rio. Nesse caso, o ideal é chegar beeeem cedo para dar tempo de conhecer tudo.

E um ponto importante: não há caixa eletrônico 24 horas em Mauá. O mais próximo de lá fica no Graal de Resende, na Dutra.

 

VEJA OPÇÕES DE HOSPEDAGEM EM VISCONDE DE MAUÁ

CONFIRA OPÇÕES DE HOSPEDAGEM EM PENEDO

O que fazer na Serrinha do Alambari:

Dentro do Camping Club do Brasil, você encontrará vários poços. O principal deles é o das Esmeraldas, que tem uma cor linda. Como fui com pressa, acabei conhecendo só esse, mas valeu demais a pena. O gostoso mesmo é passar algumas horas dentro do parque explorando cada pedacinho com calma. Dizem que os poços de Cima e da Sauna são demais também. As trilhas são todas fáceis e não é necessário recorrer a um guia.

A cerca de três minutos de carro do camping (2,5km de estrada de terra toda esburacada novamente) está a propriedade onde ficam os poços do Céu e dos Dinossauros. Ambos são incríveis! A entrada sai a R$ 35 (pagamento em dinheiro apenas / valor em outubro de 2018). O estacionamento está incluído, desde que haja vaga. Portanto, a boa é chegar cedo para garantir a sua. Caso contrário, terá que deixar o veículo ao longo da estradinha ou então dentro do camping e seguir a pé. O preço é caro, mas compensa. Atenção: não abre aos feriados (já dei com a cara na porta) nem durante a semana. Só aos sábados e domingos. Fecha por volta das 15h, exceto no verão, quando funciona até umas 17h. Há banheiros e também água potável para os visitantes no local.

A trilha para o Poço do Céu leva menos de dez minutos (600 metros). Fui num dia em que o caminho estava cheio de lama, pois havia chovido. Por isso, foi preciso ter cuidado redobrado na parte final, de descida. Não é um passeio bom para pessoas com dificuldade de locomoção e com crianças muito pequenas. Fiz tudo de chinelo e foi relativamente tranquilo. Oitenta metros adiante, está o Poço dos Dinossauros. Apesar de curto, esse trecho é meio chatinho, cheio de pedras. E achei a água beeeem gelada. Reserve umas duas horas para relaxar e curtir tudo.

Por fim, uma observação. Sou muito alérgica a picada de insetos e atraio todos eles. Saí imune de lá rs. Outro ponto que me fez amar o lugar!

Serrinha do Alambari
Poço do Céu, na Serrinha do Alambari
Serrinha do Alambari
Poço do Céu, na Serrinha do Alambari
Serrinha do Alambari
Poço do Céu, na Serrinha do Alambari
Serrinha do Alambari
Poço dos Dinossauros, na Serrinha do Alambari
Serrinha do Alambari
Poço dos Dinossauros, na Serrinha do Alambari
Serrinha do Alambari
Poço das Esmeraldas, na Serrinha do Alambari

LEIA MAIS:

Ilha do Japonês, um paraíso em Cabo Frio

Trilhas do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em Teresópolis

Parque do Penhasco Dois Irmãos: como chegar

Conheça a Cachoeira da Concórdia, em Guapimirim

Saco do Mamanguá, paraíso em Paraty

9 Responses

  1. Aninha Lima

    Deu para conhecer bastante coisa! Você fez tudo em 1 dia? Achei lindo!
    Estou à caminho nesse fds, mas a previsão é de chuva 🙁

    • De Boa na Trip

      Eu estive lá em duas ocasiões. Se você correr muito, dá pra fazer as trilhas do camping e os outros dois poços num dia só. Mas o ideal é ir aos poços num dia e ao camping no outro, como aconteceu comigo. Aí você relaxa e conhece tudo tranquilamente.

      • Aninha

        Entendido, obrigada! É que estarei em Itatiaia e separamos a sexta de feriado para a Serrinha. Como no feriado não abre a propriedade, amamos conhecer os poços do camping e voltamos em outra oportunidade!

  2. Gabriela Torrezani

    Olha só, nunca tinha ouvido falar de Serrinha do Alambari mas adorei conhecer pelo seu post! Que delícia de cachoeira, contato total com a natureza! 😀

  3. Josiane Bravo

    Que lindo cenário, confesso que desconhecia sobre este lugar. Tá mais um lugarzinho para eu visitar no estado do Rio na próxima viagem. E Penedo me parece um charme, como fica perto, já fica mais uma atração para colocar no roteiro.

  4. Ruthia Portelinha

    Não conhecia nada sobre o lugar, e amei. Parece bem tranquilo. Vc deve ter o sangue doce, para atrair os insetos dessa forma 🙂

  5. Patti

    Que lindas! Tantas opções em um so lugar! Confesso que nunca havia ouvido falar…

Deixe uma resposta