Como é a visita à Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Niterói

postado em: Rio de Janeiro | 6
Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz

A visita à Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Niterói, município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, é um ótimo programa para todas as idades. E o melhor: trata-se de um passeio bem baratinho.

Como chegar:

De carro:

A Fortaleza de Santa Cruz da Barra se localiza no bairro de Jurujuba, em Niterói, e é uma área militar. Para quem sai de carro do Centro do Rio, basta acessar a Ponte Rio-Niterói (há cobrança de pedágio – valor de R$ 4,30 em 2019) e as avenidas Jansen de Melo e Marquês do Paraná. Depois, siga em direção à Praia de Jurujuba. Quando chegar à Avenida Carlos Ermelindo Marins, você verá vários restaurantes de frutos do mar e barzinhos. Quem quiser pode até almoçar por ali mesmo antes de fazer o passeio (ou vice-versa). Porém, nos finais de semana ensolarados, será difícil estacionar com tranquilidade. E o assédio dos flanelinhas é grande.

Mais adiante, está a Estrada General Eurico Gaspar Dutra. Existem várias placas durante o trajeto. Então, sem chances de errar o caminho. Continue por essa via até a Praia de Dentro e logo verá um portal indicando a entrada para a fortaleza. Todas as ruas desse percurso são bem estreitas, portanto, atenção.

Nesse portal, há um semáforo para controlar o trânsito de veículos. Se a fortaleza estiver com bastante movimento, será preciso aguardar a liberação para avançar, como mostra a primeira foto abaixo.

Depois, vem uma guarita, onde é necessário apresentar a carteira de habilitação (na segunda foto). Continue em frente até chegar ao estacionamento. É gratuito e conta com uma boa quantidade de vagas. Neste ponto, tem início o tour (terceira foto). Para se ter uma noção das distâncias: desde o portal até o destino final, percorre-se cerca de 1,7km, ou seja, mais ou menos seis minutos.

De ônibus:

Pegue um veículo da linha 33 no Terminal Rodoviário João Goulart (Avenida Visconde do Rio Branco), no Centro de Niterói, e desça no ponto final, na Avenida Carlos Ermelindo Marins, em Jurujuba, próximo ao número 2504. A partir daí, ande por aproximadamente 35 minutos até o local onde se inicia o tour, como expliquei acima.

O portal, na Praia de Dentro
Primeira guarita
O tour se inicia à direita

Preços e horários:

O funcionamento da Fortaleza de Santa Cruz da Barra é de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. Só são permitidas visitas guiadas. Não rola circular por lá sozinho. Elas acontecem nos seguintes horários: 9h, 9h30, 10h, 10h30, 11h, 11h30, 12h, 13h, 13h30, 14h, 14h30, 15h, 15h30 e 16h.

Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz

O ingresso custa R$ 6 (preço em novembro de 2019). Tem meia-entrada para pessoas de até 21 anos e estudantes com carteira estudantil, além de militares da Marinha, da Aeronáutica, da Polícia Militar e dos Bombeiros e seus familiares diretos.

Estão isentos do pagamento idosos a partir de 60 anos; crianças de até 12 anos; militares do Exército e seus familiares diretos; pessoas com necessidades especiais; estudantes e professores da rede pública (mediante apresentação de ofício da direção para a Fortaleza de Santa Cruz da Barra); e combatentes da Segunda Guerra Mundial.

A visita à Fortaleza de Santa Cruz:

Logo no início do tour, o guia mostra aos visitantes uma placa com o resumo da história do local e explica que, em 1555, o francês Nicolau Durand de Villegaignon instalou dois canhões por ali, dando origem à fortaleza. Mas só em 1632 veio o nome Fortaleza de Santa Cruz da Barra. Desde 2006, o espaço é ocupado pelo Comando da Artilharia Divisionária da 1ª Divisão do Exército Brasileiro.

Em seguida, o grupo é conduzido à capela de Santa Bárbara, a padroeira da artilharia. Ela foi construída em 1612 e é a segunda capela mais antiga de Niterói, de acordo com o guia. No altar, encontra-se uma imagem de 1,73m da santa em madeira maciça com pedras semipreciosas. Reza a lenda que uma mulher foi emparedada na igrejinha. Seria Iracema, filha do capitão Potyguara. Impedida de ter um relacionamento amoroso com um cabo, ela teria se atirado no mar em 1906. Seu corpo acabou sendo encontrado e sepultado ali.

Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz
Capela Santa Bárbara

Depois, chega-se ao ponto de Niterói que é o mais próximo do Rio, a apenas 1,5km. Nesta parte, está um mirante de onde se pode ter uma bela vista da Baía de Guanabara. Aproveitei para fazer fotos do Pão de Açúcar e dos fortes São João e Tamandaré da Laje. Aliás, o guia sempre espera todo mundo tirar fotos em cada uma das paradas, ok?

Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz

O passeio continua pela sala de canhões dos séculos XVIII, XIX e XX. Trata-se da maior coleção de canhões Whithworth do mundo. O guia contou como eles eram manejados e quais eram as estratégias usadas pelos militares nos combates.

Por fim, chega-se às masmorras, onde os presos eram mantidos em condições degradantes. Neste momento, o guia recita um poema em homenagem à fortaleza e conduz o público de volta à entrada. O tour dura uma hora.

Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz

Dicas extras:

Lembre-se de levar água se o dia estiver muito quente. Para os que quiserem se proteger do sol, são oferecidos guardas-chuvas no começo da caminhada.

Perto da Fortaleza de Santa Cruz da Barra, ficam o Forte de São Luiz (ou Forte do Pico) e o Forte Barão do Rio Branco. Um pouquinho mais distante, está o Forte Imbuí. Todos estão abertos à visitação. Eu já vi imagens lindas do primeiro e acredito que vale a pena conhecer também.

E aí, gostaram da visita à Fortaleza de Santa Cruz da Barra? Se quiserem mais dicas de passeios bacanas, tem um post aqui no blog sobre o que fazer de graça no Rio de Janeiro. Lista com atividades para todos os gostos!

Visita guiada à Fortaleza de Santa Cruz

LEIA MAIS:

Como chegar à Gruta da Sacristia, em Maricá

Conheça o Parque do Penhasco Dois Irmãos, no Leblon

Café da manhã no Parque Lage, no Jardim Botânico

O Mirante do Sacopã, no Parque da Catacumba, na Lagoa

6 Responses

  1. Murilo Pagani

    Que demais essa visita à Fortaleza de Santa Cruz da Barra!
    Fui ao Rio mês passado e infelizmente não tive tempo de ir a Niterói!

    Já anotei para a próxima vez que for a estas bandas! =)

    Abraço!

  2. Camila Lisbôa

    O Rio sempre surpreende a gente, né? Nunca tinha ouvido falar nesse lugar – e tenho mais uma desculpa pra voltar pra lá e esticar pra Niterói a visita! Que vista!!!

  3. Fernanda Scafi

    Fui diversas vezes para o Rio já, mas nunca conheci Niterói – pretendo consertar esse erro em breve rs. E com certeza vou incluir a sua dica dessa fortaleza no meu roteiro!

  4. Lulu Freitas

    Adorei ler sobre a visita à Fortaleza de Santa Cruz!! Um passeio que estou com muita vontade de fazer. Achei bem fácil de chegar usando as suas dicas e legal ter vários horários para a visita guiada. Recentemente visitei a Fortaleza de São João (Forte da Urca) que quase que em frente dela, do outro lado da baía. Amei o visual das suas fotos.

  5. Alessandra

    Nossa que lugar lindíssimo, adorei esta dica de passeio no Rio, que ainda não conheço. Adorei o texto.

Deixe uma resposta