Setas de Sevilla (Metropol Parasol): como é subir até o mirante da maior estrutura de madeira do mundo?

postado em: Sevilha | 0
Setas de Sevilla

Tradição e modernidade são um contraste bem presente em Sevilha. Conhecida por preciosidades com mais de dez séculos, a exemplo do Real Alcázar, a cidade também abriga modernas construções, como as Setas de Sevilla (ou Metropol Parasol), que são a maior estrutura de madeira do mundo. Além das passarelas e do mirante, o espaço tem um mercado e um museu arqueológico. Neste post, vou contar como é a visita.

História das Setas de Sevilla:

Tudo começou em 2004, quando a Prefeitura de Sevilha abriu um concurso para selecionar projetos de revitalização da Plaza de la Encarnación. O vencedor foi o do arquiteto berlinense Jürgen Mayer. As obras começaram em 6 de março de 2006. Primeiro, foram inaugurados o Mercado de la Encarnación e o Museu Antiquarium. Por fim, em maio de 2011, o público pôde conhecer o mirante e suas passarelas.

A estrutura de madeira tem 150 metros de comprimento por 70 de largura e quase 30 de altura. Ela contém 3.500 peças, unidas por cerca de 3.000 nós e 16 milhões de parafusos. Outra curiosidade: o nome do local se deve à semelhança de sua forma com a de um cogumelo. Em espanhol, a palavra setas significa cogumelos.

Setas de Sevilla

Como chegar:

As Setas de Sevilla ficam na Plaza de la Encarnación, 14. De ônibus, opte pelas linhas 27 e 32. De metrô, linha T1 (parada Plaza Nueva). Porém, eu sempre recomendo caminhar pela cidade. A experiência é deliciosa. Clique no link para saber onde me hospedei e quais são os melhores bairros para ficar em Sevilha. Veja também opções de hotéis.

Preços e horários:

O mirante fica aberto de domingo a quinta-feira, das 9h30m às 22h30m. Às sextas e aos sábados, das 9h30m às 23h30m. Só é possível entrar até meia hora antes do fechamento. O ingresso sai a cinco euros (valor em 2020). Crianças até 5 anos não pagam.

Se quiser ir ao Antiquarium, terá que gastar mais dois euros. Como já contei aqui no blog, o ingresso do Real Alcázar também dá direito a visitar o museu, sem custo adicional. Ele funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 20h. A entrada se encerra às 19h30m. Nos domingos e feriados, o horário é das 10h às 14h.

Eu não vejo necessidade de comprar a entrada com antecedência pela internet. Estive lá num domingo e foi muito tranquilo, sem qualquer fila, apesar da alta temporada, em agosto.

VIAJE CONECTADO COM ÓTIMO CHIP DE INTERNET

O mirante das Setas de Sevilla:

As fotos acima mostram a parte aberta ao público. Já o acesso ao mirante, como expliquei, é pago. Para chegar a ele, vá ao subsolo (basta descer uma escadinha ao lado do mercado, onde está escrito Antiquarium). Lá, logo depois de passar pela bilheteria, suba de elevador.

O mirante proporciona ao visitante uma vista panorâmica de Sevilha. Ele tem uma passarela de 250 metros de extensão e diferentes níveis de altura, que variam de 22 a 28,5 metros.

O passeio é muito agradável. Como fica claro na foto abaixo, rola ver edifícios importantes da cidade, como o Palacio de las Dueñas, a Iglesia de San Luis de los Franceses e o Convento de Santa Isabel.

Contudo, confesso que achei o preço caro (convertendo para o real, tá puxado!), levando em consideração que a atividade se encerra em pouquíssimo tempo. Não há muito o que explorar lá em cima. Então, fiquei um pouco frustrada, embora não tenha pesquisado a fundo antes de ir. Mas tudo isso é muito pessoal, né?

Mirante das Setas de Sevilla
Mirante das Setas de Sevilla
Mirante das Setas de Sevilla

Mercado e museu:

Não cheguei a visitá-los, mas deixo aqui uma breve explicação para quem se interessar.

O mercado existe desde 1842, mas, por problemas estruturais, foi demolido em 1973. Desde essa época, os comerciantes estavam trabalhando num local provisório. Então, a prefeitura teve a ideia do tal concurso que citei lá no início do texto para melhorar a situação dos vendedores. Hoje, o mercado de alimentos é um dos mais modernos do mundo, com 40 estandes.

Sobre o Antiquarium, no início da construção das Setas de Sevilla, foram descobertos vestígios de grande parte do período romano. Teve-se a ideia, portanto, de reunir tudo num espaço de 4.879 metros quadrados.

SEGURO VIAGEM É IMPORTANTE! CONTRATE

LEIA MAIS:

Um tour pela Plaza de Toros de Sevilha, onde acontecem as touradas

Torre del Oro: ponto turístico de Sevilha para conhecer de graça

A maravilhosa Praça de Espanha em Sevilha

Deixe uma resposta