Passeio diferente na Suíça: o lindo cânion Aareschlucht

postado em: Europa, Grimselwelt, Suíça | 10
Aareschlucht
Aareschlucht

Quem pesquisa sobre a Suíça costuma encontrar fotos dos Alpes e de lagos incríveis. Mas dá para fugir do óbvio com uma visita a Aareschlucht (ou Aare Gorge, em inglês). O cânion, localizado entre Meiringen e Innertkirchen, tem 1.400 metros de comprimento e 200 de profundidade e é um verdadeiro espetáculo da natureza.

Como chegar:

Eu peguei o trem Meiringen-Innertkirchen em Meiringen e saltei na estação Aareschlucht West (bem estruturada, com banheiros, loja de souvenir e lanchonete). Por dentro do cânion, caminhei até a Aareschlucht Ost e, de lá, peguei o trem novamente para Meiringen. Você pode fazer o contrário também (saltar na Ost e andar até West), não tem qualquer diferença.

Outra opção é usar carro. Há estacionamento gratuito tanto na estação West quanto na Ost, mas, na primeira, o número de vagas é maior. A desvantagem, nesse caso, é que você terá que percorrer todo o caminho no sentido contrário para chegar ao seu veículo na volta. Se tiver parado na West, por exemplo, caminhará até a Ost e retornará à West. Por esse motivo, mesmo estando com carro, preferi parar num estacionamento subterrâneo bem grande em Meiringen, ao lado da estação ferroviária, e, então, peguei o trem. Custa 0,80 francos suíços por hora. Como o pagamento é antecipado, calculei que ia gastar mais ou menos duas horas na atração. As máquinas só aceitam moedas. Elas emitem um comprovante que deve ser colocado no parabrisas. Nunca se esqueça disso. Ou correrá o risco de levar uma multa.

Também é possível chegar ao cânion a pé, se seguir a trilha de descida a partir da Reichenbach Fall, cachoeira famosa por ter sido palco do embate entre Sherlock Holmes e o Professor Moriarty na história de Arthur Conan Doyle. Eu, por sinal, visitei esse ponto turístico no mesmo dia em que fui ao Aareschlucht. Mas, como estava com tempo apertado, eliminei a alternativa da caminhada. Ou seja, subi e desci para a cachoeira de funicular e depois peguei o trem para o cânion em Meiringen. A trilha pode ser percorrida em uma hora e meia, aproximadamente. Leia como foi minha experiência em Reichenbach.

Rola ainda fazer o contrário: subir do cânion a pé até a cachoeira. Se estiver cansado quando chegar lá em cima, é só pegar o funicular para descer novamente.

Para ir a Meiringen, use carro ou trem. Recomendo sair de Interlaken Ost, que fica a cerca de 30km apenas (26 minutos de carro e 32 de trem, aproximadamente). Mas de Lucerna também não é longe: 45 minutos dirigindo. Veja os preços e horários dos trens no site da empresa SBB.

Aareschlucht
Trem Meiringen-Innertkirchen, na estação central de Meiringen
Aareschlucht
Estacionamento em Meiringen

Preços:

No site da KWO, empresa que atua na produção de energia hidrelétrica da região e é responsável também pela administração dessas atrações turísticas, está disponível, por 9 francos, o ingresso inclui trem e entrada no cânion. Se for de carro, pagará os mesmos 9 francos de entrada no cânion (para crianças de 6 a 16 anos, custa 5). Dá para comprar on-line ou lá na hora.

Esse passeio combinado com o da Reichenbach Fall sai a 16 francos. O bilhete dá direito a percorrer o cânion, usar o trem Meiringen-Innertkirchen e viajar no funicular que mencionei anteriormente para subir e descer da cachoeira.

Horários:

O local está aberto à visitação em determinado período do ano. Em 2018, por exemplo, a partir de março pela entrada West e de maio, pela Ost. A temporada se encerra em novembro. O horário de funcionamento é das 8h30 às 17h30 (até 18h30 só em julho e agosto), todos os dias da semana.

O passeio:

Aareschlucht
Aareschlucht

O tour pode ser feito por pessoas de qualquer idade. Isso porque uma grande passarela, muito bem conservada e sinalizada, foi construída por dentro do cânion. Não há qualquer obstáculo ou dificuldade. Leva-se cerca de meia hora para completar o percurso (apenas um trecho, de Ost para West ou de West para Ost). Se for parar para fazer várias fotos, aconselho reservar uma hora.

Comecei pela parte mais estreita, saindo de West. Depois, a vista foi abrindo e me deparei com uma bela cachoeira e um rio de um azul lindo. A paisagem durante todo o caminho é demais! Fique atento às placas explicativas porque há muita História escondida no local. Por exemplo, em certo ponto, rola ver uma caverna que foi escavada durante a Segunda Guerra Mundial. O trajeto também inclui alguns túneis. Faz um pouco de frio, mesmo no verão, quando visitei. Portanto, leve um agasalho.

Aareschlucht
Aareschlucht
Aareschlucht
Aareschlucht

Na volta, saí de Aareschlucht Ost e caminhei para pegar o trem na respectiva estação. Basta seguir as placas. Mais uma vez, me deparei com um cenário deslumbrante. E algo que achei bem interessante foi o fato de só haver uma porta encravada num paredão. Ela se abre para você embarcar quando o trem chega (abaixo).

Aareschlucht
Aareschlucht Ost
Aareschlucht
Portinha que se abre para pegar o trem em Aareschlucht Ost
Aareschlucht
Vista rumo à estação de trem Aareschlucht Ost

LEIA MAIS:

Reichenbach Falls: cachoeira do Sherlock Holmes na Suíça

Top of Europe: neve o ano inteiro na Suíça

Conheça o maravilhoso Monte Titlis, na Suíça

Como é se hospedar no luxuoso Parkhotel Bellevue, na Suíça

10 Responses

  1. Reichenbach Falls: cachoeira do Sherlock Holmes em Meiringen, na Suíça

    […] Há a opção de combinar a ida a Reichenbach Falls com uma visita ao museu do Sherlock Holmes por 13 francos. Outra alternativa é o combo Reichenbach Falls + cânion Aare Gorge (ou Aareschlucht, em alemão), a 16 francos. Esse bilhete é muito vantajoso: dá direito a entrar no cânion, usar um trem para sair dele e chegar à estação do funicular e embarcar rumo à cachoeira (subida + descida). Ou o trajeto contrário, como achar melhor. Eu fiz os dois passeios no mesmo dia e recomendo. Veja como foi minha visita a Aareschlucht. […]

  2. Angela

    Q diferente a cor do rio aí, ele fica bem mais verde né! Lá em Interlaken era um Azul BEM marcante!

  3. Fabíola Moura

    Realmente, uma opção bem diferente do que estamos acostumados sobre a Suíça. E o bom é que é acessível pra todos, isso quer dizer que é um passeio ótimo para idosos e crianças, já imaginei minha família toda apreciando as paisagens, rs.

  4. Carla Mota

    Que canhão magnifico! E que belo passeio. Já anotei porque vou querer visitar da próxima vez que for à Suiça.

  5. Lulu Freitas

    Que cenário incrível!!! Como você disse, nas pesquisas sempre se vê neve e alpes, sua dica foge do óbvio. Excelente!!!

  6. Ruthia

    Esse país está sempre a surpreender. Ainda não tinha lido nada sobre esse canyon.
    Um lugar lindo e ainda tranquilo…

  7. Marcia Picorallo

    Deixei de visitar por falta de tempo um canion assim, ao Sul da Alemanha. Na recente viagem ao Canadá, para compensar, visitei 2! E este acabou de entrar na lista pra quando eu for pra Suíça, obrigada!

  8. Edson

    Nossa, que lugar mais lindo, nós adoramos conhecer esses canyons! 🙂 Boa dica demais.

Deixe uma resposta