Top of Europe Jungfraujoch, na Suíça: para verneve o ano inteiro

postado em: Europa, Interlaken, Suíça | 17
Top of Europe Jungfraujoch
Top of Europe Jungfraujoch

*Atualizado em setembro/2020  Top of Europe Jungfraujoch é uma das atrações mais sensacionais da Suíça. Localizado a 3.454 metros de altitude, o complexo de lazer com neve durante o ano inteiro – sim, inclusive em pleno verão – é um programa maravilhoso para todas as idades. A região, por sinal, é considerada patrimônio mundial natural da Unesco.

Como chegar ao Top of Europe Jungfraujoch:

Depende da sua base e de todo o planejamento da viagem. Eu escolhi Interlaken como ponto de partida para diversos passeios. Basta pegar o trem na estação Interlaken Ost, onde inclusive há bilheterias exclusivas para o Top of Europe. Mas também é possível sair de Lauterbrunnen, Grindelwald, Wengen, Wilderswil e Zweilütschinen. De Lucerna e Zurique, a viagem será longa e cansativa. Mas, se você estiver hospedado num dos dois lugares e só tiver realmente um dia para um bate e volta, vale o esforço, sem dúvida. A Get Your Guide, empresa internacional de turismo, oferece esse tour. É só clicar e reservar.

Saindo de Interlaken Ost, é necessário descer em Lauterbrunnen ou Grindelwald após uns 20 minutos de viagem e pegar outro trem, rumo a Kleine Scheidegg (mais 45 minutos), onde se faz uma segunda baldeação para seguir em direção a Jungfraujoch (50 minutos). A viagem completa leva duas horas, aproximadamente. Então, considerando que você deve ficar umas duas horas lá em cima pelo menos, recomendo reservar um dia inteiro para o Top of Europe para curtir com calma. Eu permaneci durante quatro horas lá em cima, porque tirei todas as fotos possíveis hahaha. Lembrando que todos esses transportes estão incluídos no valor do ingresso.

Você pode aproveitar a troca de trens para escapar e explorar um pouco as cidades. Só fique atento para não perder tempo demais. Se achar necessário, compre um bilhete que permita dividir a visita em mais de um dia. Dá até mesmo dormir em Jungfraujoch. Veja também hotéis em Interlaken. Aqueles que preferem hostels, podem dar uma olhada nas avaliações de dois pelos quais passei em Interlaken: Youth Hostel e Backpackers Villa Sonnenhof.

De Boa na Trip nas redes:

Preços:

Começando a viagem por Interlaken Ost, o ingresso custa 210,80 francos suíços (ida e volta). Sim, é caro: na cotação de setembro de 2020, sai a mais de R$ 1.000. Mas compensa muito, garanto. Quem sair de Grindelwald vai pagar 190. São preços da alta temporada. Já a partir de novembro, quando se inicia a época mais fria, o preço da viagem desde Interlaken Ost, por exemplo, é vendida a 184,80.

Aqueles que possuem o Swiss Travel Pass (passe de transporte ilimitado por todo o país) fazem o trajeto de Interlaken Ost para Grindelwald ou Wengen (a estação seguinte a Lauterbrunnen) de graça e têm 25% de desconto de um desses pontos até Kleine Scheidegg. De Kleine a Jungfraujoch, mais 25% de abatimento.

Lembrando que, nesse trecho final, de Kleine a Jungfraujoch, há duas paradas de cinco minutos em Eigerwand e Eismeer para quem quiser apreciar as montanhas nevadas através de janelões. O tempo estava tão ruim quando eu fui que nem saí do trem rs. Aliás, aqui vale um parênteses. Claro que chegar lá em cima com condições de visibilidade péssimas é frustrante. Mas não se desespere de cara. Eu, por exemplo, cheguei muito cedo, porque peguei o trem no primeiro horário. Então, com o avançar da manhã, as nuvens logo se dissiparam e o sol chegou.

 

VIAJE CONECTADO COM ÓTIMO CHIP DE INTERNET

ALUGUEL DE CARRO NA SUÍÇA

SEGURO VIAGEM NA SUÍÇA

Atrações do Top of Europe Jungfraujoch:

O mapa abaixo sugere uma ordem para fazer o tour, mas você pode alterar o roteiro, claro.

Mapa do Top of Europe Jungfraujoch

Jungfrau Panorama:

Logo no início, há armários para deixar os pertences e iniciar o passeio confortavelmente. Eu comecei pelo Jungfrau Panorama, uma sala com telões que mostram um giro de 360 graus pelas montanhas. É uma espécie de prêmio de consolação para os que dão azar e sobem justamente no dia em que está tudo encoberto pelas nuvens rsrsrs. Eu, como contei acima, dei uma tremenda sorte.

As imagens nas telas são lindíssimas, mas não se comparam à vista real, né? Aliás, acho melhor ir acompanhando a previsão do tempo e, se possível, adquirir o ingresso no próprio dia da visita.

Snow fun park:

Depois, segui para o Snow Fun Park, que estava fechado devido ao mau tempo. Aliás, essa é a única parte do complexo que só funciona num período específico (de 5 de maio a meados de outubro). Lá é possível descer uma pista de gelo usando grandes boias (Snowtubing), andar de trenó, esquiar ou praticar snowboard. Essas atividades são pagas separadamente. Há um ticket que dá dá direito a todas as atrações e também os bilhetes para cada uma separadamente. O equipamento está incluído no preço.

Quem tiver disposição pode caminhar por 45 minutos no gelo deste ponto até Mönchsjoch Hut, uma cabana a 3.650 metros de altitude. Dá para se hospedar lá ou apenas saborear uma refeição, por exemplo.

Eu andei só um pouquinho e já fiquei encantada. Foi meu primeiro contato com a neve. O visual é arrebatador. Apesar de estar frio no dia (os termômetros marcavam -2°C lá em cima), senti até calor, porque o sol começou a sair e suei me locomovendo na neve. Não deixe de levar óculos porque a claridade atrapalha muito. Eu fui de tênis, mas achei ruim porque quase escorreguei várias vezes e ainda molhei as meias. O ideal é uma bota de trilha impermeável, mas, se não tiver, não precisa comprar uma só para isso, ok? A não ser que você vá ter contato com gelo outras vezes ao longo da viagem.

Top of Europe Jungfraujoch
Snow fun park no Top of Europe Jungfraujoch

Sphinx:

Em seguida, veio a Sphinx, uma plataforma para observar a paisagem. Mais uma vez, fiquei impressionada com a vista. Chega-se a ela por meio de um elevador ultrarrápido, que sobe 108 metros em 25 segundos.

Top of Europe Jungfraujoch
Sphinx no Top of Europe Jungfraujoch

Alpine sensation:

De lá, voltei para a parte mais baixa, para o Alpine Sensation. É uma sala lindinha, com um globo de neve gigante. Aquele que costumamos comprar como souvenir. Antes de entrar nesse espaço, percorri um corredor cheio de quadros que contam a história da montanha Jungfrau e da criação do complexo.

IMG_2073-min
Alpine Sensation no Top of Europe Jungfraujoch

Ice Palace:

Mais adiante, está o Ice Palace, magnífico castelo de gelo com esculturas surpreendentes. Um trabalho muito caprichado.

Ice Palace no Top of Europe Jungfraujoch

Plateau:

Continuando a caminhada, atingi o Plateau. Mais um momento encantador. Os visitantes amam tirar fotos nesse ponto.

Top of Europe Jungfraujoch
Plateau do Top of Europe Jungfraujoch

Loja da Lindt:

Para terminar, o espaço de compras. Há uma loja da Lindt maravilhosa, com preços ótimos. Comprei a 6,80 francos uma caixa de chocolates cujas embalagens tinham fotos fofas da Suíça. Encontrei também uma promoção de 12 barras de chocolate ao leite por 15 (só 1,25 cada). Pesquisei em vários mercados durante a viagem e esses valores são imbatíveis. Nessa área estão ainda uma loja de souvenir e os estabelecimentos da Tissot (relógios) e da Victorinox (os famosos canivetes). Os que já estiverem com fome a esta altura podem se deliciar nos restaurantes.

E uma dica: só faça suas compras quando tiver certeza de que está indo embora. Eu me empolguei e peguei uma sacola grande na Lindt. Então, resolvi voltar para fazer mais fotos no Plateau. Não foi muito prático carregar peso no gelo.

Ah, e não deixe de levar água e um lanchinho na mochila se não quiser gastar dinheiro com refeições.

Olha aí o vídeo mostrando cada pedacinho do passeio:

A volta:

Fique de olho no panfleto entregue no ato da compra do ingresso para saber exatamente os horários de todos os transportes. Os trens são muito pontuais, portanto, tenha atenção. Tanto na ida quanto na volta, o fiscal confere os tickets (neeeeem pense em jogar fora ou perder porque correrá o risco de levar uma multa salgada, já que a fiscalização é bem rigorosa). Na descida, um funcionário entrega um chocolate Lindt com embalagem personalizada do Top of Europe. É ou não é um passeio fantástico?

Finalmente, deixo aqui também a dica de um passeio com uma pegada parecida, o Monte Titlis. Outro complexo de lazer enorme como o Top of Europe e o Monte Titlis é o Schilthorn Piz Gloria, todo inspirada no “007”.

*Visita realizada em agosto de 2018, em parceria com Jungfraujoch – Top of Europe. Todas as opiniões expostas aqui são imparciais e refletem exatamente a experiência no local.

17 Responses

  1. Vitor

    Apesar de não ser grande “amante” de neve, vou em Novembro para a Suiça e fiquei encantado com esse lugar.
    Muito obrigado, parabens!

  2. Angela C S Anna

    infelizmente não pude visitar por falta de tempo! imagina, fiquei 15 dias na suíça e não consegui encaixar o jungfraujoch! mas na proxima com ctz irei

  3. Gabriela Torrezani

    Que espetacular!!!!!! Eu não gosto de frio MAAAAS amo montanha e neve, um paradoxo! hahaha Adoraria conhecer o Top of Europe, as paisagens me conquistaram.

  4. Michela Borges Nunes

    Como tem lugar sensacional no mundo ainda para conhecer! Amo a Suíça e já fomos a Interlaken, mas eu desconhecia o Jungfraujoch. Achei bem carinho mesmo, mas já quero ir e adorei saber que tem neve o ano todo.

  5. Lulu Freitas

    Amei cada parte do passeio, que fantástico! O palácio do gelo, a vista panorâmica! Tudo incrível. Ainda por cima ganhar um lindt no final! Morri!!!!! kkkk Quero muito um dia poder conhecer.

  6. Camila Lisbôa

    Que lugar CARO!! tô assustada na minha pobreza hahahaha mas o bom é que tem muita atração incluída e dá pra passar o dia todo 🙂 é só juntar a grana mesmo rs

    • De Boa na Trip

      Sim, minha pobreza ficou bem evidente na Suíça! hahaha Mas é o caso mesmo de juntar dinheiro e se jogar. Depois a gente pensa no resto! 🙂

  7. Tripping Unicorn

    O nome desse pico é demais! Como seria a pronúncia.. parece tão complicado pra todo mundo que não é alemão rsrs 😅

    • De Boa na Trip

      Olha, eu leio como se escreve. Não faço ideia se está certo hahaha. Alemão é difícil demais!

  8. Ruthia

    Só estive na Suíça uma vez, na altura da Páscoa, e o tempo nebulado não deixava ver um palmo à frente do nariz. Não subimos à montanha, temos que voltar

  9. Deisy Rodrigues

    Confesso que achei caro, mas se tratando de Suíça não chega a ser grande surpresa, contudo é uma experiência maravilhosa e com tanta coisa pra se fazer e conhecer no complexo que acaba realmente valendo o valor, encantada com as fotos, todo esse branco maravilhoso, lindo demais.

    • De Boa na Trip

      Sim, é caro, sem dúvida. Mas é aquela coisa: uma vez na Suíça, bora aproveitar tudo! rsrs

Deixe uma resposta